sexta-feira, 11 de junho de 2010

Porque abortei?

O aborto é a interrupção da gravidez entre a 20-22ª semanas de gestação. Mas bem antes disso e sem nos darmos conta, podemos ser acometidas com abortos silenciosos - são aqueles que acontecem antes da gravidez ser confirmada e muitas vezes são interpretados como atraso menstrual.
O aborto espontâneo é uma espécie de seleção natural, especialmente se acontecer até a oitava semana. Em 60% dos casos o embrião tinha alguma malformação ou alteração genética. No caso de abortos habituais as causas devem ser investigadas. Em geral essa investigação começa após o segundo abortamento.
No abortamento precoce, até a 12ª semana de gravidez, as principais causas são a genética, infecciosas ou as imunológicas.

Causa genética
Neste caso o casal passa por uma avaliação genética e pode ser pedido o cariótipo, ou seja, o mapa dos cromossomos. Procura-se com isso se há translocação balanceada, ou seja, existe a mudança de posição de algum cromossomo, que é transferido de forma não balanceada para o filho.

Causa infecciosa
Algumas infecções são consideradas como causa de abortamento natural, porém é bem dificil a paciente ter abortos repetidos provocados pela mesma doença.Toxoplasmose (fase aguda), clamídea e vaginose bacteriana são algumas das infecções que podem levar ao aborto.

Causa imunológica
Um dos problemas imonológicos comuns é a compatibilidade entre o casal. Para diagnosticar é necessário um exame de genotipagem para pesquisar o grau de compatibilidade , ou seja, o número de alelos compatíveis, entre marido e mulher. Quanto maior for a compatibilidade genética, maior o risco de aborto.Outra alteração imunológica são as trombofilias( tendência à trombose decorrente de alterações hereditárias ou adquiridas da coagulação ou da fibrinólise).

No abortamento tardio, entre 12ª e 20ª semana, as principais causas são as relacionadas à dificuldade de expansão, do crescimento do útero ,como incompetência cervical (incapacidade de manter o colo do útero fechado para levar a gravidez a termo) e malformações uterinas:útero didelfo (dois úteros formados por dois cornos uterinos e dois colos),útero bicorno (dois corpos uterinos em um só colo), útero septado (com um fenda na cavidade uterina).

Acompanhamento médico a pacientes abortadoras de repetição
Inicialmente deve procurar o seu ginecologista que com certeza vai recorrer a outros profissionais. O geneticista fará uma avaliação do casal e, se for localizado algum problema genético, providenciará um encaminhamento para os setores apropriados ou até mesmo para o setor de esterilidade, de reprodução humana para fazer uma fertilização in-vitro, se for essa a opção. Sob o ponto de vista imunológico, o ginecologista e o obstetra precisarão também de orientações hematológicas, porque os aspectos imunes mexem com a via sangüínea provocando infartos e tromboses que repercutem durante a gravidez. No caso de malformações, um ginecologista com experiência é capaz de lidar com o problema - hoje em dia há médicos que se especializam numa linha específica de abortamento e que podem dar suporte ao ginecologista.

Pré natal a pacientes abortadoras de repetição
Precisa ser multidisciplinar :ginecologista, obstetra, geneticista, assim como o laboratório e os profissionais que nele trabalham são fundamentais no acompanhamento dessas pacientes. Elas lidam com stress acentuado, já que depois da gravidez constatada, o pré natal começa com muita ansiedade, temendo um novo aborto. Esse stress e ansiedade tendem a desencadear fenômenos biopsíquicos que podem levar a um novo abortamento.O apoio psicológico é muito importante e deve incluir o casal e não só a mulher. É preciso que ela se tranqüilize, tenha confiança no tratamento proposto e esteja disposta a segui-lo.
fontes:site do Dr. Drauzio Varella; entrevista com Dr. Mario Burlacchini - especialista em Medicina Fetal, e assistente do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital das Clinicas da Universidade de São Paulo;http://www.hcnet.usp.br; Revista da Associação Médica Brasileira

2 comentários:

  1. Olá Cacau que bom que de alguma forma chegou ao meu blog e eu pude conhecer o seu cantinho, Deus abençõe a sua vida ja estou a te seguir...um abraço e um beijinho.
    Luciana Coutinho

    ResponderExcluir
  2. querida.. eu vim aqui de bobeira e ameiiiiiiiii teu blog ja to te seguindo quase nao consigo parar de ler teus post amei vc viu passa la no meu canto tambem seja sempre bem vinda ok.. fica com Deus e xero grandão no coração

    ResponderExcluir

Obrigada por ter vindo!